Coordenadas 1279

Enviada em 27 de Novembro de 2014

Registrada em Fevereiro 2010

  • Avaliação

     
  • Informações

     
  • Fácil de fazer

     
  • Paisagem

     
-
-
1.130 m
931 m
0
5,3
11
21,17 km

Visualizado 8079 vezes, baixado 587 vezes

perto de Santa Maria, Goiás (Brazil)

A trilha será realizada a partir do restaurante Solar da Águia, propriedade voltada ao turismo Rural e é cobrada taxa para ingresso em suas dependências para utilizar a infraestrutura do local, que possui estacionamento, piscina, cachoeira, trilha para caminhada, além de restaurante. O local é bem bacana pessoal, segue o link: www.solardaaguia.com.br. Pagamento somente em dinheiro.

O Buriti, uma espécie de palmeira, é usado para tudo que se possa imaginar. Com sua palha são feitas coberturas de casas. Sua seiva é utilizada como matéria-prima de um delicioso vinho. A madeira pode ser usada em construções rurais, enquanto o tronco inteiro é empregado na construção de calhas. Seu fruto serve para a fabricação de doces. Nele existe uma polpa da qual é extraído um óleo comestível, rico em vitamina A.

Na língua indígena Buriti significa “árvore da vida”. Os índios consideravam essa árvore capaz de fornecer tudo aquilo que era necessário para se viver, da madeira para a construção de uma casa e de móveis e objetos à alimentação.

O Buriti é encontrado isoladamente ou em grupos e exige grande quantidade de água. Daí vem a dica: se há Buritis por perto, com certeza há muita água e alimento, já que o Buriti dá muitos frutos, chegando a produzir cerca de 3 toneladas de cocos que servem de alimento para diversos animais.

Fontes e outras informações sobre Buriti:
campodasideias.blogspot.com.
www.biologo.com.br/plantas/cerrado/buriti.html.
www.ispn.org.br/o-buriti-a-palmeira-de-mil-e-uma-utilidades.

A região da trilha Buritis, ao Sul do Distrito Federal e nas proximidades da área Alfa da Marinha Brasileira, apresenta vegetação nativa do Cerrado, em meio a trechos de plantações e pastagens. Como em muitas outras trilhas do DF, a presença da palmeira Buriti é percebida com freqüência e por isso dá nome à trilha.

Tem 21,2 km de extensão, com a maior parte do percurso por estradas de terra. Até o km 13 predominam as descidas que, apesar de não apresentarem grande inclinação, exigem atenção do mountain biker no controle de velocidade. A partir do km 13,5 uma subida mais acentuada, com cerca de 3 km e terreno com rochas e cascalho, exige maior técnica e esforço.

Como citado, onde tem buriti tem água. No km 13 há um rio de água limpa e transparente que proporciona bom ponto para descanso e banho. Um pouco mais adiante há outro rio com uma pequena cachoeira. É atração opcional e para chegar até ela deve-se seguir em frente no km 13,60, ponto 18 da PNR, por cerca de 400 metros, retornando em seguida. No km 16,9 há uma engarrafadora de água mineral, com bica de água na área externa.

Muitas áreas do percurso possuem vegetação preservada e os ciclistas devem adotar postura para manter toda a trilha assim: guardar todo o lixo produzido e descartá-lo em locais adequados; evitar passar fora dos single tracks ou sobre plantas.

Ver mais external

Queda de água

Cachoeira

Waypoint

Engarrafad

Engarrafadora de água
Waypoint

2 Esquerda

Waypoint

1 Inicio

Waypoint

22 Fim

Waypoint

Frente

Waypoint

Frente

Waypoint

5 Frente

Waypoint

6 Esquerda

Waypoint

7 Esquerda

Waypoint

8 Direita

Waypoint

9 Frente

Waypoint

10 Frente

Waypoint

11 Esquerd

Rio

12 Rio

Waypoint

14 Frente

Waypoint

15 Frente

Waypoint

16 Esquerd

16 Esquerda
Waypoint

18 Direita

Waypoint

13 Direita

Waypoint

17 Frente

Waypoint

21 Direita

3 comentários

  • Foto de pedrohernandes

    pedrohernandes 23/jan/2017

    Eu fiz esta trilha  Ver mais

    Trilha boa para quem já possui um preparo físico básico. Possui passagens com areia solta, descidas - algumas com costelas de vaca - e uma subida pesada no final.

  • Foto de MAURO CASTRO

    MAURO CASTRO 27/nov/2017

    A subida é pedreira. Literalmente. O caminho se confunde com a formação rochosa local. Subida com pequenas formações que parecem degraus. Exige bom preparo e uma boa bike. Por outro lado, se não conseguir subir pedalando vale empurrar a bike e apreciar a vista. Muito linda. Não perca a cachoeira - local para respirar antes da subida.

  • Foto de Igor Chiamulera

    Igor Chiamulera 4/fev/2020

    Eu fiz esta trilha  verificado  Ver mais

    Bem tranquila no início. Interessantíssima por ser possível acessar um banho de cachoeira antes das subidas a partir do Km 13.
    As subidas são ótimas pra treinar.

Você pode ou esta trilha