-
-
1.959 m
517 m
0
17
34
68,8 km

Visualizado 1511 vezes, baixado 79 vezes

próximo a Campos do Jordão, São Paulo (Brazil)

Dia feliz! Após um descanso forçado e muito bem aproveitado em Campos do Jordão, cheguei à última etapa da minha jornada. Este ano, diferente de quando fiz o caminho a pé, optei por fazer a descida de Campos do Jordão por um caminho alternativo. Pedrinhas o nome sugestivo do local.

Para que possam entender, tem vários caminhos que começam em locais diferentes e levam à Casa da Mãe. Um é o Caminho da Fé, onde todos os ramais convergem em Águas da Prata e a cidade torna-se o.ponto de partida "oficial" e o outro é o Caminho de Aparecida.

Este começa na cidade de Alfenas, do pouco que sei, e vai até Aparecida da mesma forma. Acontece que as rotas para a descida são diferentes. Trocando em miúdos eu fiz o Caminho da Fé, mas completei a jornada pelo Caminho de Aparecida. Apesar dos perrengues, valeu muito a pena. A diferença entre eles é que a descida do Caminho da Fé é pelo asfalto, na serra de Campos do Jordão. Indo pelo Caminho de Aparecida a descida é pelo Horto Florestal, então dispensa comentários.

Mas tudo tem seu preço. Foram mais 28km de subida pesada logo no início, vento absurdamente forte e muita neblina no topo da Serra. Algumas árvores caídas na estrada davam idéia da força da natureza e exigiam cuidado redobrado. E depois da "curva do morro", descidas fortes em terreno cascalhado e com muitas pedras grandes soltas.

O resultado foi pneu traseiro furado e a descoberta da bomba de ar dando dano defeito. Bastante esforço para conseguir colocar metade da pressão necessária e seguir em frente com o pneu quase no chão. E agora com cuidado redobrado, pois já tinha usado a câmara de ar reserva e fazer remendo na rua, no último dia e louco de vontade de chegar ia ser bem chato.

Devem ter sido mais uns poucos 3km até, para minha sorte, a terra virar asfalto, as ladeiras virarem declives e aclives suaves e a visão da Basílica se descortinar no fundo do Vale do Paraíba. E daí para frente foi só agradecer o ano que passou, acreditar no ano que vem nos braços da Mãe e começar a planejar minha próxima visita.

Agora quem sabe por Alfenas.

30/12/2015

Comentários

    You can or this trail