Horas  6 horas 43 minutos

Coordenadas 1117

Uploaded 6 de Novembro de 2016

Recorded Novembro 2016

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.404 m
818 m
0
2,9
5,8
11,53 km

Visualizado 4319 vezes, baixado 122 vezes

próximo a Vilarinho das Furnas, Braga (Portugal)

Mais uma rota aberta, para quem quiser ir ao Borrageiro por um caminho diferente.
É um percurso que não deve ser feito com mau tempo, porque se apanha zonas de lajes com mais de 60% de inclinação. Quando se inicia a trepada para a crista do Arieiro, encontra-se mariolas até á base do 1º promontório rochoso, a partir daí as que encontrarem (poucas), foram postas por nós para quem quiser fazer este percurso. Elas foram postas nas zonas de passagem mais complicadas. Passar esse 1º promontório rochoso é a chave do percurso, por isso muita atenção ao GPS. São acerca de 100 metros complicados com trepadas, descidas e passagens estreitas pelo meio das rochas, mas que se fazem...! Quem optar pela passagem por cima dele (não aconselho) é melhor levar corda, porque pelo outro lado existe uma ravina de acerca de 20/30 m de altura com uma pequena abertura que eu não consegui, mesmo depois de estar a olhar bem para ela do outro lado da passagem, ver uma passagem em condições de se poder descer..., talvez tenha! Portanto á que fazer um rapelzinho...! A partir daqui é uma trepada pura que se faz muito bem sem dificuldade, excepto o custar a subir, porque para cima nenhum santo ajuda. A partir do Borrageiro, descemos num ângulo de 90º em relação ao trilho que passa na Lomba do Pau e seguimos em frente em direção ao cabeço rochoso que fica mesmo por cima da nascente da ribeira de Fontaíscos que se une á ribeira do Porto para criar o rio Maceira mais abaixo. Nessa cumeada apreciamos a maravilhosa paisagem do vale da Maceira e arredores, andamos por aquele lugar a apreciar o que nos foi aparecendo pela frente ficamos com vontade de lá ir outra vez conhecer mais coisas...! Saímos do curral que existe mais á frente em direção ao trilho que passa um pouco mais acima na Lomba do Pau e regressamos pelo Vidoal a Leonte.
As paisagens são arrasadoras, pois vemos lugares já conhecidos, mas de um ângulo completamente diferente, e que as torna numa novidade.
Foram 13,2Km de distancia real.
  • Foto de Vidoal
  • Foto de Vidoal
  • Foto de Vidoal
  • Foto de Vidoal
  • Foto de Junco.
  • Foto de Junco.
  • Foto de Junco.
  • Foto de Junco.
  • Foto de Abrigo-Prado Camalhão
  • Foto de Abrigo-Prado Camalhão
  • Foto de Abrigo-Prado Camalhão
  • Foto de Abrigo-Prado Camalhão
  • Foto de Miradouro
  • Foto de Miradouro
  • Foto de Miradouro
  • Foto de Miradouro
  • Foto de Crista do Arieiro.
  • Foto de Crista do Arieiro.
  • Foto de Crista do Arieiro.
  • Foto de Crista do Arieiro.
  • Foto de Crista do Arieiro.
  • Foto de Crista do Arieiro.
  • Foto de Borrageiro 1432m
  • Foto de Borrageiro 1432m
  • Foto de Borrageiro 1432m
  • Foto de Miradouro.
  • Foto de Miradouro.
  • Foto de Miradouro.
  • Foto de Miradouro.
  • Foto de Miradouro.
  • Foto de Miradouro.
  • Foto de Miradouro.
  • Foto de Curral.
  • Foto de Curral.
  • Foto de Curral.
  • Foto de Curral.
  • Foto de Chã da Fonte
  • Foto de Chã da Fonte
  • Foto de Chã da Fonte
  • Foto de Chã da Presa.
  • Foto de Chã da Presa.
  • Foto de Chã da Presa.

5 comentários

  • Foto de TRUKA

    TRUKA 6/nov/2016

    Um excelente trilho, com um troço bem difícil e um estudo prévio muito bom

  • Foto de PARAQ

    PARAQ 6/nov/2016

    Maka, sem comentários.

  • Foto de FranciscoJFC

    FranciscoJFC 18/jan/2017

    Fiz este trilho no passado dia 1-DEZ-2016, e confesso que ultrapassou as minhas expectativas, que já eram altas .

    O corte na ligação Mourô-Camalhão, evitando ir à Chã da Presa, é interessante, e já o incluí como rotina de acesso ao Vale da Teixeira, sempre que saio de Leonte.

    Mas a verdadeira maravilha é a Crista do Arieiro que, feita com os devidos cuidados, nos compensa com memórias visuais inesquecíveis , uma vez que nos permite ver sítios bastante familiares, mas de uma perspectiva imponente.
    Descontando as questões de subjectvidade na avaliação dos percursos - o dia estava com um sol bonito, havia neve nas vertentes norte, algum movimento na serra de caminheiros como nós, que nos saudaram de longe, enfim ... - este percurso vai para o meu TOP FIVE , sem qualquer dúvida .

    Parabéns MAKA, e obrigado .

  • Foto de FranciscoJFC

    FranciscoJFC 18/jan/2017

    I have followed this trail  View more

    Desde que feito com cuidado, em particular a parte da crista do Arieiro, o percurso é altamente compensador . Convém ser feito sem chuva, nem neve nem gelo. Mesmo com tempo seco, evitar os dias em que as noites estiveram próximas dos zero graus , porque alguma humidade de nevoeiros pode transformar-se em gelo, e aguentar-se durante parte do dia em zonas sem exposição solar .
    Como orientação, utilizar gps com o presente percurso gravado.
    Boa caminhada

  • Foto de C981

    C981 27/ago/2017

    I have followed this trail  View more

    Não há duvida que é brutalmente panorâmica a vista, mas pessoalmente achei demasiado difícil. Na subida depois do Camalhão ate à Crista do Arieiro achei o percurso exigente e risco de quedas bastante aumentado para caminheiros com pouca experiência ou condições meteorológicas desfavoráveis. Houve subidas que um pé em falso ou torcido pode ser fatal. GPS imprescindível.

You can or this trail