Horas  10 horas 20 minutos

Coordenadas 2092

Uploaded 29 de Fevereiro de 2020

Recorded Fevereiro 2020

-
-
3.146 m
1.311 m
0
4,5
8,9
17,85 km

Visualizado 92 vezes, baixado 3 vezes

próximo a Gavarnie, Occitanie (France)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"

REFUGIO DE GÓRIZ - TAILLON (3.144M) - BRECHA DE ROLAND - SAN NICOLÁS DE BUJARUELO

Fomos ao Parque Nacional de Ordesa y Monte Perdido com o objetivo de conhecer parte deste maciço e fazer a ascensão de alguns dos seus cumes mais emblemáticos. O Monte Perdido (3.355m) em conjunto com o Cilindro de Marboré (3.328m) e o Añisclo (3.263m) forma o Maciço do Monte Perdido. O maciço prolonga-se para norte em território francês, estando integrado no Parque Nacional dos Pirenéus, onde se destaca o Circo de Gavarnie.

Os dois primeiros dias desta pequena aventura pelo Parque Nacional de Ordesa y Monte Perdido foram destinados à aproximação e ascensão do Monte Perdido com pernoita no Refúgio de Góriz. Localizado na face sul do maciço do Monte Perdido, é não só uma excelente opção de pernoita (convém reservar com antecedência https://www.goriz.es/), mas também um bem-vindo apoio logístico para quem prefere acampar, onde a envolvente, repleta de vales e cumes, enche a alma a qualquer um. É um refúgio guardado durante todo o ano que serve de base, não só para a ascensão ao Monte Perdido, mas também para outros cumes e lugares de destaque como o Taillón, Brecha de Rolando e o Circo de Gavarnie…

O terceiro dia desta expedição estava destinado ao regresso a Pradera de Ordesa pelo vale. Beneficiando da localização do Refugio de Góriz e de grande parte dos elementos da expedição regressarem aos carros pelo Vale de Ordesa, seis elementos optaram por fazer a ascensão ao Taillón (3.144m), passando pela Brecha de Rolando e Circo de Gavarnie para chegar a San Nicolás de Bujaruelo. Esta travessia com ascensão ao Taillón só foi possível pela disponibilidade dos restantes elementos da expedição em deslocarem-se até San Nicolás de Bujaruelo, onde nos esperaram com os carros.


DESCRIÇÃO DO TRILHO

Fomos os primeiros a “desayunar” no Refúgio de Góriz (2.200m), queríamos sair cedo para que os nossos companheiros não tivessem de aguardar muito por nós em San Nicolás de Bujaruelo. Saímos do refúgio, atravessamos o Rio Arazas por uma ponte metálica e seguimos o caminho da Brecha de Roland, pelo Circo de Góriz na direção Noroeste. Pouco depois fizemos uma pequena trepada com as mãos para ascender à Faixa Luenga (2.347m).

No final da Faixa Luenga chegamos ao Collado de Millaris (2.457m), ao norte do pico de Millaris (2.619m) e de Punta Tobacor (2.779m). Aqui, devido ao gelo que poderá existir no “Paso de los Sarrios”, optamos por deixar o caminho da Brecha de Roland e, em vez de seguir o desvio que vai à direita em direção à Gruta de Casteret e ao “Paso de los Sarrios”, continuamos em frente nas planícies de Millaris, subindo um pouco até ao Collado del Descargador (2.497m)

Com as primeiras vistas da Brecha de Roland, aproveitamos o Collado del Descargador para fazer uma breve pausa para o reforço da manhã, entre o Pico Anônimo (2.773m) do lado Norte e o Pico del Descargador (2.627m) ao Sul. Já de estômago aconchegado seguimos para Norte, rodando à direita subimos pelo caminho Cotatuero, vencemos um pequeno ressalto e ficamos com a Brecha de Roland bem à nossa frente.

Resolvemos ascender ao Taillón pelo lado Sudoeste que coincide com a crista que vem dos Picos Gabietos. Seguimos por uma linda cumeeira a Sul do Taillón onde desfrutamos de vistas espetaculares até à base do Pico Royo (3.051m), aqui rodamos à direita para convergir à crista Sudoeste e, finalmente, chegamos ao Taillón (3.144m).
Magnificas panorâmicas de 360º de encher a alma! O dia estava propicio para contemplar estas magnificas panorâmicas e convidava a um momento de pura descontração... aproveitamos para almoçar, enquanto apreciávamos até ao infinito tudo o que nos rodeava. Seguindo o cordal, temos a Oeste os Picos de El Dedo (2.976m), o Gabieto Sul (3.035m) e o Gabieto Norte (3.031m). A Sul o Pico Blanco (2.919m) e o Pico Salarons (2.752m). A Este está o estandarte que forma o grande Circo de Gavarnie, começando com El Casco (3.011m) e terminando no Pico de Astazu (3.015m), presidido pelo Pico de Marboré (3.248m).


Panorâmica Este desde o Taillón (3.144m)

Depois de uma longa e merecida pausa, entre várias fotos de grupo e de panorâmicas é hora de continuar a travessia, que a partir de agora é sempre a descer. Seguimos o caminho normal pela crista Sudeste, em alguns momentos bastante aérea, até à Brecha de Roland (2.807m). Esta passagem natural impressionante entre as duas encostas dos Pirenéus tem sido tradicionalmente usada por pastores e contrabandistas. É um entalhe profundo de cerca de 40 metros de largura e 100 metros de altura, que corta uma escarpa de calcário. Esta camada de calcário é muito resistente à erosão, e por isso estende-se visivelmente por todo o maciço, mas aqui, uma zona fraturada acabou por abater formando este buraco espetacular, embora a lenda popular, transmitida pelo poema épico francês El Cantar de Roldán, o atribua a um golpe de Durandal, a espada de Roldán.

Atravessamos a Brecha de Roland, fronteira entre Espanha e França. A descida à encosta francesa é íngreme e deve ser tomado cuidado especial pois é efetuada pelo glaciar da Brecha. Entramos no Circo Gavarnie, no extremo Oeste. Chegamos ao Refúgio de Sarradets (2.587m), apesar de ter sido ampliado, está encerrado. Paramos por alguns momentos a observar a grandiosidade do Circo Gavarnie.

Desde o refugio, seguimos o caminho que sobe até o Coll de Sarradets (2.587m), voltamos a parar para observar a encosta Norte do Taillón com a cascata de gelo que desagua do glaciar do Taillón. Agora, continuamos a descer, o caminho torna-se um passeio pela encosta Norte do Taillón e do Gabieto Norte, até chegar ao Puerto de Bujaruelo (2.273m). Esta passagem fronteiriça é usada desde os tempos antigos pelos habitantes dos vales de Baregès (Norte) e Broto (Sul). Neste lugar, há uma entre outras histórias marcadas como "Pedra de San Martin", na qual representantes dos dois vales renovavam os tratados de paz e pastagens todos os anos.

Fizemos uma breve paragem para agrupar e começamos a descer ao longo da encosta para o Vale do Rio Ara, deixando a sul as encostas que emergem dos Gabietos. Apesar do Barranco de Lapazosa ter a sua origem mais acima, devido ao extenso manto de neve, só nos apercebemos dele perto da Cabaña de Electricas (1.970m). Atravessamos o Barranco de Lapazosa na zona de pastos de Plana Lacoma e continuamos, agora pela sua margem esquerda. À nossa frente (Oeste), vemos o Valle de Otal e a Sierra Tendereña (2.845m).

Uma íngreme descida em frequente ziguezague nos encaminha ao bosque de pinheiros-alvares e teixos até chegarmos ao leito do Rio Ara, que atravessamos pela ponte romana para chegar a San Nicolás de Bujaruelo (1.340m) onde nos esperavam com o carro para podermos dar por concluída a travessia.

IMPORTANTE:
Esta travessia invernal requer uma boa preparação física, devido à sua extensão e acumulados, para além de equipamento técnico específico e alguma experiência em alpinismo. Ter sempre em consideração as condições meteorológicas do dia, pois em alta montanha as mudanças são rápidas: baixas temperaturas, nevoeiros cerrados, nevões e fortes ventos que acumulam neve em pontos perigosos que podem originar avalanches…
O Refugio de Bujaruelo só está aberto de 15 de março até à ponte de novembro, clicar para mais informações.


FICHA TÉCNICA
Realização: fevereiro 2020
Percurso: Refúgio de Góriz - Faixa Luenga - Collado Millaris - Collado Descargador - Taillón - Brecha de Roland - Refugio de Sarradets - Puerto de Bujaruelo - San Nicolás de Bujaruelo
Distancia: 17,9 km
Duração: 10h20min
Tempo em movimento: 6h22min
Tempo parado: 3h58min
Movimento médio: 2,80kms/h
Acumulado positivo: 1230m
Acumulado negativo: 2109m



VER TRILHAS
REFUGIO DE GÓRIZ DESDE PRADERA DE ORDESA (TREKKING DE APROXIMAÇÃO MONTE PERDIDO)
MONTE PERDIDO DESDE REFUGIO DE GÓRIZ





Se gosta das nossas trilhas adicione a sua avaliação no final da página.
Obrigado pelo seu comentário e avaliação.

Si te gusta nuestras rutas haz tu propia valoración al final de la página.
Gracias por tu comentario y valoración.

If you like our trails, leave your own review at the end of the page.
Thank you for your comment and review.

A equipa Caminhantes
Waypoint

REFUGIO DE GÓRIZ

Waypoint

TREPADA FÁCIL

Waypoint

FAIXA LUENGA

Waypoint

COLLADO DE MILLARIS

Waypoint

COLLADO DEL DESCARGADOR

Waypoint

CRESTA SUL

Waypoint

TAILLON (3.144M)

Waypoint

CRESTA SUDESTE

Waypoint

BRECHA DE ROLAND

Waypoint

REFUGIO DE SARRADETS

Waypoint

PUERTO DE BUJARUELO

Waypoint

SAN NICOLÁS DE BUJARUELO

Comentários

    You can or this trail