Horas  2 horas 39 minutos

Coordenadas 531

Uploaded 22 de Novembro de 2014

Recorded Novembro 2014

-
-
1.217 m
94 m
0
1,5
3,0
6,07 km

Visualizado 2943 vezes, baixado 99 vezes

próximo a Marques, Paraná (Brazil)

Subida solo ao Pico Abrolhos, começando a caminhada a partir do Posto do IAP da Estrada de Prainhas.

O pico Abrolhos caracteriza-se como uma proeminente formação rochosa do clássico Conjunto Marumbi. É separada da Torre dos Sinos por diques de diabásio com orientação azimutal, local conhecido também como Desfiladeiro da Catedral. Reconhecidamente, há diversas célebres vias de escalada que levam ao cume do Abrolhos.

Este tracklog contém a via de trekking "escalaminhada", que acessa-se através de uma bifurcação da "Via Noroeste" do Conjunto Marumbi.
A parte entre o posto do IAP da Estrada de Prainhas até a Estação Marumbi é uma caminhada "fácil", podendo porém estar escorregadia em dias chuvosos ou após grandes chuvas.
Da Estação Marumbi até o Pico Abrolhos, o trecho fica "Difícil", e sobe-se a maior parte pela Via Noroeste. Esta constitui-se em subida acentuada, em vários trechos com vias ferratas, algumas com mais de 20 degraus em paredões quase verticais, além de longos trechos de corda e corrente, boa parte delas expostas a desfiladeiros, que exigem bastante do físico (força na parte superior do corpo) e psicológico (devido a exposição a grandes alturas).

Sobre o Marumbi: Berço do montanhismo brasileiro, as montanhas Conjunto Marumbi são considerados algumas das subidas mais difíceis do Paraná. Estão inseridas no Parque Estadual do Marumbi, e contém diversos atrativos naturais e históricos. Mais informações em https://sites.google.com/a/cosmo.org.br/cosmo/omarumbi

IMPORTANTE:
-É indispensável fazer cadastro no Ponto de Controle do IAP próximo a entrada da trilha do Salto dos macacos. Atualmente, o Posto do IAP na Estação Marumbi encontra-se desativado para reformas, devendo estar pronto pelo começo de 2015. Este cadastro é essencial para que seja acionado resgate caso aconteça algum imprevisto na montanha.
-As trilhas do Marumbi possue vias ferratas e subidas verticais que exigem muito do físico (parte superior e inferior do corpo) e psicológico (exposição a grandes alturas). Pessoas sem cursos ou boa vivência em montanhas, e/ou que nunca foram ao conjunto devem subir somente acompanhadas de montanhistas experientes que conheçam bem o caminho, e com os devidos equipamentos de segurança.
-A maioria dos acidentes registrados está relacionada a FALTA DE LANTERNA. As subidas e descidas podem demorar várias horas, e muitos ficam presos na montanha por perderem o horário e sol. INDISPENSÁVEL portanto, começar a subida bem cedo e SEMPRE levar lanterna, muito preferencialmente headlamp, pois há necessidade constante de uso das mãos na descida.
-Considero também essencial a visita e leitura criteriosa do site do COSMO, grupo voluntário de resgate em montanha que atua no Parque Estadual do Marumbi: https://sites.google.com/a/cosmo.org.br/cosmo/omarumbi . Este contém diversas informações de segurança valiosas e que podem salvar sua vida, além de conter interessante histórico da região.

As trilhas são bem marcadas com fitas e footprints. Há derivações em diversos trechos, mas as fitas coloridas indicam bem o caminho correto.

Comparei o trajeto gravado com outras tracklogs existentes da região, e constatei que ele apresenta precisão boa. Na dúvida, sempre siga as fitas e outras marcações indicativas, neste caso, vermelhas (Via Noroeste).

Relembrando, a subida é acentuada e contém várias vias ferratas, algumas com mais de 20 degraus em paredões quase verticais, e longos trechos de corda e corrente, boa parte delas bastante expostas a desfiladeiros. Devido a estes desafios técnicos que exigem razoavelmente do físico e psicológico, considero esta trilha "Difícil".
Bifurcação da Via Noroeste. Direita para Abrolhos
Continuar a esquerda para Pico Abrolhos
Começo (ou fim) do Caminho do Itupava. Ignorar a escadinha e continuar na estrada para Pico Abrolhos.
Começo da trilha que leva ao Salto dos Macacos. Continuar na Estrada de Prainhas para Pico Abrolhos.
Antiga estação de trem, conhecida anteriormente como Estação da Volta Grande. Último ponto aonde é possível chegar com veiculo (preferencialmente traçado) Mais informações em http://www.estacoesferroviarias.com.br/pr-cur-paran/englange.htm
Estação histórica, única em atividade nas proximidades aonde geralmente descem excursionistas do Parque Estadual do Marumbi. Há local de camping, porém o mesmo encontra-se desativado até o fim de obras de restauração no local (previsto para 20 de Dezembro)
A caixa de cume encontra-se alguns metros a frente do Cume propriamente dito, neste local.
Posto de controle do Instituto Ambiental do Paraná, aonde atualmente é feito o cadastro de entrada e saída do Parque Estadual.

1 comment

  • Foto de Nakao

    Nakao 8/jun/2019

    Parabéns foi a informação que estava querendo

You can or this trail