Coordenadas 1648

Uploaded 26 de Agosto de 2018

Recorded Agosto 2018

-
-
1.919 m
930 m
0
3,1
6,3
12,57 km

Visualizado 271 vezes, baixado 8 vezes

próximo a Lourenço Velho, Minas Gerais (Brazil)

Subida desde o bairro de São José do Rio Manso, antigo Lourenço Velho, e comumente chamado somente de Bairro do Rio Manso.

Resumo dos tempos e distâncias:
6km do bairro ao cume pelo vale norte
03h40m de subida (considerando o tempo para limpar parte da trilha)
02h15m de descida (com a trilha já limpa)

Tempos e distâncias:
00h30m - 20km - Cidade de Itajubá - Bairro Rio Manso (Moto)
01h25m - 4,5km - Bairro Rio Manso - Entrada da Mata
02h20m - 1,5km - Entrada da Mata - Cume da Pedra da Santa Rita
01h00m - 1,5km - Cume da Pedra da Santa Rita - Saída da Mata
01h20m - 4,5km - Saída da Mata - Bairro Rio Manso
00h35m - 20km - Bairro Rio Manso - Cidade Itajubá (moto)

Saiba mais sobre a região em:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Louren%C3%A7o_Velho

Dicas:
Se forem em março o cume estará repleto de flores diferentes, será como um jardim. Se o tempo estiver limpo após um dia de chuva a visibilidade será ótima o que possibilitará lindas fotos da região.

Leve um facão ou faca grande pois a trilha não é muito utilizada e na parte da mata sempre terá touceiras de taquaras para dificultar a passagem.

Se estiver de moto ou 4x4 e sem muito tempo tem como subir pelo vale a nordeste do pico pegando a entrada a esquerda logo antes da porteira que costumava ficar trancada.
(Vou marcar este caminho na próxima vez).
Aconselho a pegar água um pouco acima do bebedor do gado. ;) E mesmo assim ferver ou adicionar Clorin na água!
A subida aqui é puxada cortando as curvas de nível feitas pelo gado. Este é um bom lugar para descansar um pouco, repor as energias e água e apreciar a vista.
A partir daqui é só se manter na trilha subindo pela crista. Se estiver descendo você estará no caminho errado! Aconselho a deixar a faca ou facão preparado, pois sempre que subi foi necessário cortar algumas taquaras que caiam sobre a trilha.
Vista para o vale a nordeste do pico, onde também é possível subir até a entrada da mata. Para quem está de moto ou 4x4 é uma boa opção caso esteja com pouco tempo para subir ao pico.
Lado leste do cume. Com visão para o norte.
Clareira aberta no cruzamento das trilhas que vêm da mata, com o lado leste e oeste do cume. Dá pra apertar umas 2 barracas aqui. Mas uma seria o mais confortável. Também é possível amarrar redes e lonas.
Alinhamento do mapa com o norte cartográfico para uma melhor interpretação da região. O curioso é que a declinação magnética no cume foi de -27° (W). Provavelmente o maciço rochoso da Pedra da Santa Rita possui um campo magnético que interfere na bússola. ps: Para quem reparou no rádio perto da bussola, neste momento ele estava somente sendo utilizado para segurar o mapa para a foto. As leituras da bússola foram feitas de pé e em vários pontos e visadas diferentes.
Desta vez eu decidi começar a subida a pé desde o bairro do Rio Manso para ter ideia do tempo e esforço necessário para atingir do ponto "mais" baixo. E acreditando, ingenuamente, que na região não haveria ladrões deixei meu capacete só amarrado com corda na moto (esqueci o cadeado em casa). Aconselho a deixar o veículo na praça, onde normalmente terá pessoas que poderão ficar de olho no veiculo e seus pertences. Outra sugestão é pegar um ônibus de Itajubá (se não me engano entre 5 e 6 da manhã) e se não enrolar muito no pico dá pra voltar no ônibus das 17h. Mas só existe este horário e tem que confiar na Valônia.
Esta porteira costumava ficar trancada por cadeado mas nas ultimas duas vezes que fui ela não estava. Mesmo assim é melhor considerar que este será o ponto mais perto que se chegará com um carro.
A laje de pedra se prolonga para o lado sudoeste onde é possível observar a cidade de Itajubá.
Este é o último ponto para apreciar o cume da Pedra da Santa Rita. Daqui em uns 10min, se a trilha estiver limpa, você estará no cume pois a subida quase acabou! ATENÇÃO para quem curti tirar selfies: Aqui é um bom lugar para você entrar nas estatísticas de quem morre caindo ao querer tirar fotos para o Insta e Face. Cuidado! Vaidade mata!

1 comment

You can or this trail