Tempo em movimento  3 horas 36 minutos

Horas  7 horas 19 minutos

Coordenadas 2122

Uploaded 31 de Março de 2019

Recorded Março 2019

-
-
1.673 m
866 m
0
3,2
6,3
12,67 km

Visualizado 169 vezes, baixado 21 vezes

próximo a Ribeirão Grande, Paraná (Brazil)

Ascensão ao Morro do Capivari Grande.

Chega-se à trilha pela BR 116, saindo de Curitiba, no sentido para São Paulo. Após o pedágio, andar 28 km, até o posto Alpino I - local do início da caminhada, e onde é possível deixar o carro. (Para quem não dispõe de muito tempo pode subir parte da montanha com o próprio carro, andando cerca de 3,5 km, até chegar nas antenas de telefonia).

O começo da trilha é ao lado do restaurante do posto, numa pequena entrada à direita, 50 metros adiante. Nessa primeira etapa o morro tem uma subida não muito íngrime, porém constante, o que exige um pouco de preparo físico.

Após cerca de 3,5 km chega-se às antenas de rádio e telefonia. Nesse ponto termina o acesso de carro e a partir daí só a pé.

No momento que se chega ali, diante das antenas, há 3 caminhos possíveis de seguir, mas o correto é pegar bem o do meio. Depois de cruzar a última antena, virar a direita e seguir pelo carreiro que entra no meio do mato. Logo nesse trecho tem uma parte meio chata, de mato fechado, mas é uma parte curta. Depois a vegetação fica rasteira até quase o cume, e a subida é bem agradável, com boas vistas panorâmicas.

No km 4,95 é necessário fazer uma pequena escalada em pedras (nada difícil); e no km 5,13 entra-se na mata. A partir daí (e até o cume) há uma alternância entre trechos de mato bem fechado e trechos mais abertos, com trilha mais fácil.

O cume propriamente dito não tem grande interesse, pois não há onde ficar sentado e a vista é prejudicada pela vegetação alta. Mas um pouco antes de chegar, fazendo um desvio de 5 metros à esquerda, há uma "janela" com uma boa pedra para sentar, descansar, e fazer um almoço. Desse lugar a vista é ótima. Mas ainda assim é um espaço pequeno, para 3 pessoas (no máximo 4), e não é possível acampar ali. Quem quiser acampar existem bons lugares antes dessa última etapa, ou seja, antes de entrar na mata.

Pontos a serem observados:
Km 5,20 - pegar à esquerda na bifurcação
Km 5,74 - parede de pedra com uns 5 mts, onde há corda fixa.

Obs.: Depois de entrar na mata, atenção para o fato de que existem fitas de diversas cores e em diversas direções. Não é confiável segui-las, ao menos até alguém resolver uniformizar as cores, retirando o que está errado ou em excesso.
Local de água próximo.
Nesse ponto termina a estrada - limite para se chegar de carro com tração.
Trecho com algumas fendas. Passagem tranquila.
Uma das diversas fitas de marcação. Atenção para o fato de que existem fitas de diversas cores e em diversos caminhos. Não é viável segui-las, ao menos até alguém resolver uniformizar as cores, retirando o que está errado ou em excesso.
Não é um trecho grande. Tem entre 4 e 5 metros de altura, com inclinação de 70º a 80º. A corda tem nós para facilitar a pegada.
O cume propriamente dito não é atrativo. A mata é muito densa, não há espaço nem para sentar e não tem nenhuma vista (por conta das plantas). Também não encontramos livro de registro - talvez até exista, mas nós não achamos. O ideal é parar uns 50 metros antes do cume e descansar ali.

Comentários

    You can or this trail