• Foto de Loriga -Torre - Loriga
  • Foto de Loriga -Torre - Loriga
  • Foto de Loriga -Torre - Loriga
  • Foto de Loriga -Torre - Loriga

Dificuldade técnica   Difícil

Horas  12 horas 21 minutos

Coordenadas 5306

Uploaded 24 de Maio de 2012

Recorded Maio 2012

-
-
1.992 m
775 m
0
5,2
10
20,67 km

Visualizado 2812 vezes, baixado 49 vezes

próximo a Loriga, Guarda (Portugal)

Subida à torre com partida em Loriga e com passagem pelo Covão da Areia, Covão da Nave, Covão do Meio, Covão do Boieiro e pela lagoa do Covão das Quelhas.

7 comentários

  • norbertofh 8/nov/2013

    Será que me pode dar alguma indicação do estado do trilho e da marcação?
    Esse percurso é feito sempre por trilhos bem evidentes, ou há partes em que o percurso a percorrer não está bem claro (não há caminhos bem definidos no chão)?
    É necessária alguma perícia para ultrapassar algumas partes do percurso (trepar rocha, por exemplo), ou com um pouco de boa vontade consegue-se fazer tudo sem grande dificuldade?
    A existir gelo, tal poderá condicionar a travessia? E com neve, o percurso é exequível?
    Já agora, a intenção é fazer apenas o percurso entre Loriga e a torre (o regresso será feito em automóvel).

  • Foto de Shingen

    Shingen 11/nov/2013

    Olá nfh,

    Este percurso é maravilhoso, apenas exigente de um ponto de vista físico se for de ida e volta só em ida torna-se moderado.
    A marcação é feita essencialmente por mariolas, como é um vale glaciar a orientação é muito facil, não há por onde errar. Existe uma pequena parte por baixo da represa (Covão da nove/covão do meio) em que há necessidade de fazer pequenas trepadas sem qualquer dificuldade atendendo que o tempo esteja seco, redobrar cuidados se estiver molhado. Com gelo poderá ser necessário usar material adequado (crampons e poilet).
    O uso de um GPS ajudará bastante em momentos de dúvida assim como mapa e bússola.
    Espero ter ajudado

    Cumprimentos

    Carlos

  • norbertofh 11/nov/2013

    Carlos, muito obrigado pelo esclarecimento.
    Estava a contar fazer um planeamento da travessia deste track em dezembro, mas tenho algum receio que essas trepadas exijam muito do grupo que me irá acompanhar, principalmente se o tempo estiver mais agreste.
    Pela descrição deduzo então que com neve será mais prudente esquecer este trilho, concorda?
    Existe um trilho bem definido (nem que seja um "caminho de cabras"), ou há a necessidade de ir improvisando o caminho na ligação entre as mariolas?

  • Foto de Shingen

    Shingen 12/nov/2013

    As trepadas não são difíceis, fazem-se bem.
    O trilho é quase sempre bem definido, a orientação pelas mariolas serve para antecipar um pouco o trajecto a seguir.
    Se se sente deconfortavel por não saber se o seu grupo aguenta o trajeto, aconselho-o, se puder, a fazer um reconhecimento da garganta de Loriga antes de levar o grupo. No que respeita á neve, desaconselho se não se tem material para usar nessas condições.
    O que lhe garanto são paisagens maravilhosas num local maravilhoso que é a garganta de Loriga. :)

  • norbertofh 13/nov/2013

    Ok, pela sua descrição estou mais que convencido a fazer este percurso :). Agora é só esperar que o dia a marcar coincida com tempo relativamente estável e sem neve :).

  • Foto de Shingen

    Shingen 13/nov/2013

    Um bom Passeio! :)

    Cumprimentos

  • norbertofh 29/dez/2013

    shingen, acabámos por optar pela Rota do Glaciar do Zêzere desde Manteigas até à Torre.

    Vamos passar uns dias à Serra durante esta semana e estou novamente a ponderar esta rota. Coloca-se a dúvida se, com a neve que atualmente está acumulada na Serra (honestamente não sei a partir de que altitude é que há neve acumulada), se consegue fazer este trilho sem crampons.
    Da sua experiência, que lhe parece?

You can or this trail