Horas  7 horas 20 minutos

Coordenadas 1433

Uploaded 17 de Março de 2019

Recorded Março 2019

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
2.559 m
1.942 m
0
1,6
3,1
6,23 km

Visualizado 212 vezes, baixado 11 vezes

próximo a El Raso, Castilla y León (España)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"

ASCENSÃO INVERNAL A LA GALANA (2572m)
Atividade invernal no Circo de Gredos dedicado à ascensão de La Galana, La Gran Dama. Esta atividade compreendeu a travessia alpina invernal dos corredores de Ameal de Pablo e de La Muesca. Experiência invernal magnífica num ambiente de alta montanha sem igual, cheio de beleza e panorâmicas de sonho.

La Galana, com 2572 metros de altitude, é o segundo cume mais alto do sistema central apenas ultrapassado pelo Almanzor e tem uma proeminência de 85 metros, que torna o acesso ao cume muito exposto.

Pernoitamos no Refugio Elola, apesar de termos carregado o equipamento para ficar em autonomia, na sexta-feira ainda tivemos lugar no refugio… saímos por volta das 8:30 horas, em direção à Portilla de Ameal Pablo, primeiro objetivo da jornada. Uma atividade que se torna magnífica com as primeiras luzes do dia. Seguimos pelo Corredor de los Geógrafos, contornamos o refugio pela sua traseira e rapidamente entramos na parte baixa do Corredor de los Geógrafos. Ao primeiro quilómetro já temos um acumulado de 250 metros e estamos no inicio do Canal de los Geógrafos. Para supera-lo há que vencer 260 metros com uma inclinação máxima de 55º.

Fizemos uma pausa para contemplar a panorâmica: à esquerda, o Canal dos Geógrafos, faz fronteira com o flanco esquerdo do Ameal de Pablo; à direita, o Canal de Ameal de Pablo, nosso próximo objetivo!… algumas fotos e continuamos.

Iniciamos ataque ao Canal de Ameal de Pablo, subida acentuada e quase em linha reta do centro do pequeno vale até à Portilla que separa o Ameal de Pablo do Risco Moreno. À medida que progredíamos alguma neve e gelo vai caindo dos confortes que nos cercam, com cuidado, fomos subindo equipados com capacete e piolet. A primeira parte, cerca de 50 metros, é relativamente suave, conta com uns 40º de inclinação, nos últimos metros a inclinação aumenta até atingir 55º. Chegamos à Portilha, à esquerda estão os contrafortes da face norte do Ameal e à direita a grande parede de Risco Moreno, ao fundo a cordilheira onde se destaca a La Galana. Aproveitamos para descansar e tirar várias fotos da incrível paisagem que nos rodeia.

Panorâmica do Risco Moreno (esquerda) e Ameal de Pablo (direita) desde El Venteadero.


Agora descemos ao collado, em direção ao nosso próximo objetivo, o Canal de la Muesca. Descida bastante ingreme, 45º ao sair da Portilla, que se vai suavizando gradualmente até ao fundo do vale. Finalmente temos diante de nós La Galana (Gran Dama) e podemos ver que o Canal de la Muesca está em boas condições, só ficam dúvidas sobre os ressaltes a meio do canal… mas decidimos seguir o corredor de la Muesca com os seus 150 metros e 60º de inclinação, encaixados formando o típico C pela formação das rochas. Vencemos o primeiro ressalto sem dificuldade, contornamos o segundo, passo um pouco exposto e chegamos à Portilla de la Muesca. Uma longa pausa para recuperar o folego, agora resta-nos percorrer a aresta e subir a proeminência final. Estamos na zona mais perigosa da ascensão, progressão com passos muito expostos. Tiramos as mochilas e utilizamos corda e restante equipamento para fazer a progressão final em segurança. Chegamos à La Galana 2572 metros de altitude! Ascensão fantástica! Não há marco geodésico ou qualquer outro indicador de cume. Aproveitamos o momento para várias fotos panorâmicas, impressionante vista para o circo, vista incrível do Almazor e seus picos adjacentes, bela vista da Laguna Cimera, Ameal de Pablo e Risco Moreno, Punta Esperanza, El Cerro de los Huertos…

Descemos pelo mesmo local da subida, utilizando os friendes e entaladores deixados na subida descemos fazendo segurança um ao outro. Pegamos nas mochilas, olhando para trás com satisfação de ter conseguido subir a Gran Dama.

Em pouco tempo chegamos ao El Venteadero, várias cornijas requerem o nosso cuidado, aproximamo-nos do Canal del Venteadero e iniciamos a descida quase em linha reta até ao vale. Aqui viramos à direita em direção ao Canal de la Reina Isabel II, que seguimos até Hoya Antón, daqui resta-nos um quilómetro até ao Refugio Elola, local de termino desta magnífica ascensão invernal à La Galana.




Se gosta das nossas trilhas adicione a sua avaliação no final da página.
Obrigado pelo seu comentário e avaliação.

Si te gusta nuestras rutas haz tu propia valoración al final de la página.
Gracias por tu comentario y valoración.

If you like our trails, leave your own review at the end of the page.
Thank you for your comment and review.

A equipa Caminhantes

2 comentários

  • Foto de sergiosilva

    sergiosilva 19/mar/2019

    I have followed this trail  View more

    Estes dois corredores são lindíssimos. :)

  • Foto de Caminhantes

    Caminhantes 19/mar/2019

    Olá Sérgio!
    Excelente atividade, obrigado pela companhia e por comentares a trilha.
    Grande abraço.

You can or this trail