Horas  10 horas 28 minutos

Coordenadas 2455

Uploaded 18 de Março de 2015

Recorded Janeiro 2015

-
-
2.265 m
1.124 m
0
5,0
10,0
19,96 km

Visualizado 1103 vezes, baixado 71 vezes

próximo a Granja Guarani, Rio de Janeiro (Brazil)

Circuito incluindo algumas das principais formações do Parnaso, pelo lado de Teresópolis. Foram atingidos os cumes do Garrafão, pedra do Sino (2x), pedra da Baleia, São Pedro e São João. A bateria acabou aproximadamente 8km antes do final da trilha, então essa distância deve ser considerada, assim como mais 1 hora que levou para ser percorrida. O percurso total tem aproximadamente 30km e foi concluído em aproximadamente 11 horas e meia.
IMPORTANTE: em vários trechos é necessário uso de corda e equipamento básico de escalada, além das técnicas de utilização dos mesmos. Há trechos em cabo de aço, chaminé, rapel e alguns pequenos lances de escalada. Há também trechos em que a trilha praticamente desaparece, pois é muito pouco utilizada, sendo necessário uma boa orientação.
Mirante abrigo 3
Sino
Garrafão
São Pedro
Mirante Inferno
São João
Cume São Joao

12 comentários

  • Foto de Bessa27

    Bessa27 9/mar/2016

    Lindo trajeto! Esse percurso é feito em 1 dia? Existe uma portaria no local? É possivel acampar em algum lugar?

  • Alan Rezende 9/mar/2016

    Como o próprio autor informou, são 30 km a serem percorridos em 11 horas e meia. Para que seja feito em 1 dia, é necessário já estar baseado no Abrigo 4 (Pedra do Sino), no PNSO. Mesmo assim é puxado, com possibilidade de retorno à noite (saindo e retornando ao abrigo). O pernoite no Parque é permitido somente no camping próximo à sede de Teresópolis, ou nos abrigos do Açu (abrigo fechado, pernoite permitido somente em barracas) e do Sino (em barraca, beliche ou "bivaque"). Toda essa área está contida no PNSO, e há uma portaria de entrada em Teresópolis (indicada para esse trajeto) e outra em Petrópolis (onde fica o abrigo do Açu, longe dos pontos percorridos). Há uma terceira sede, em Guapimirim, sem ligação com as duas anteriores. Uma opção menos cansativa é fazer Garrafão em um dia (o Sino é caminho) e São Pedro/São João em outro. É muito importante se informar quanto à ida ao cume do Garrafão, pois a logística e a execução não são simples...

  • Foto de Marcelo Vieira

    Marcelo Vieira 9/mar/2016

    O visual desse circuito é fantástico. Eu e Adriana fizemos em um dia, iniciando a caminhada às 6:30 a partir da barragem Beija Flor e retornando ao carro às 18:00. Não ficamos no abrigo 4, mas pode ser recomendado se você preferir fazer a pernada de forma mais tranquila.
    Em alguns pontos é necessário passar por lances de escalada, cabo de aço, rapel e até uma pequena chaminé, sendo necessário o equipamento básico.

  • Foto de Bessa27

    Bessa27 11/abr/2016

    Obrigado pelas dicas! Eu ja fiz 2 vezes Petro Tere, mas infelizmente, peguei muito pouca vista em ambas as vezes. Esse ano, quero no dia 1 esticar até portais de hercules... e no dia 3, passar até o mirante do inferno (na volta pra tere). Mas no dia 2 estava pensando em dar uma esticada em algum pico que não necessita-se de material para escalar. Qual você poderia me indicar?

  • Foto de Marcelo Vieira

    Marcelo Vieira 11/abr/2016

    Considerando que você irá pernoitar/acampar no Abrigo 4, as opções mais próximas além do Sino são o Papudo e o São Pedro. O Papudo fica a uns 40 minutos do Abrigo 4, e o São Pedro a uns 20 min.

  • Foto de antonio varella

    antonio varella 21/abr/2016

    Que bacana.Gosto assim , uma grande caminhada, levando pouco peso e feita em um dia somente.Parabéns !

  • Foto de Marcelo Vieira

    Marcelo Vieira 22/abr/2016

    Obrigado Antonio, sempre que posso adoto o minimalismo na montanha, é mais divertido desse jeito. Abraço!

  • Foto de antonio varella

    antonio varella 23/abr/2016

    E a Pedra da Mina, já foi ?

  • Foto de Marcelo Vieira

    Marcelo Vieira 23/abr/2016

    Já estive por 3 vezes no cume da Pedra da Mina, todas fazendo a travessia da Serra Fina. A última foi nesse dia 18, quando fiz a travessia invertida e em solitário, com pernoite em seu cume. Mas há uma forma de fazer um bate e volta a partir do Paiolinho, de onde dá pra ir leve. Se precisar te passo as informações mais detalhadas.

  • Foto de Bessa27

    Bessa27 26/abr/2017

    Fala Marcelo, sou seu fan! Agora que eu vi que ja tinha feito alguns perguntas ano passado rs. Estou bolando um trajeto e preciso de sua ajuda.

    Voce sabe me dizer se do mirante do inferno, só até a pedra da baleira precisa de material de escalada?

    Abraços!

  • Foto de Marcelo Vieira

    Marcelo Vieira 27/abr/2017

    Fala Bessa, tudo bem?
    Talvez te ajude um circuito que fiz antes desse, os 9 cumes: https://pt.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=9119408
    Existe uma via de escalada entre o mirante do Inferno e o São Pedro, a Baleia vem logo depois. Quando fiz esse circuito passei em solo por esse trecho, sem equipo algum ou corda porque queria ir leve pra concluir em um único dia, mas confesso que existe uma margem grande de risco, se algo desse errado eu poderia não estar aqui pra contar. Não é uma via difícil, mas um simples deslize e não há segunda chance. Se for com algum parceiro(a), sugiro levar uma corda de 50m e umas 5 costuras pra escalar a via. Se for sozinho, sugiro levar uma corda de 50m e material de rapel pra descer pela via, no sentido inverso ao que você pretende.
    A propósito, parabéns pela Transmantiqueira reversa, acho que você fez ano passado, certo? Travessia pra gente grande!
    Qualquer dúvida é só perguntar.
    Grande abraço!

  • Foto de Bessa27

    Bessa27 3/mai/2017

    Marcelo, preciso falar contigo. Vc tem faceboook, ou um numero de telefone? Abraços! Qualquer coisa, me adicionar lá: Tiago Rudge Bessa

You can or this trail