Horas  6 horas 40 minutos

Coordenadas 1612

Uploaded 6 de Abril de 2017

Recorded Abril 2017

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
2.118 m
1.229 m
0
3,1
6,2
12,37 km

Visualizado 472 vezes, baixado 6 vezes

próximo a Torrebarrio, Castilla y León (España)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"
Voltamos ao Parque Natural De Las Ubiñas com o objetivo de fazer ascensão ao cume do Cerreos (2101m) e de Peña Ubiña (2417m). As fracas condições de neve fizeram-nos alterar os planos, optamos, no primeiro dia, por fazer ascensão ao Prau de Fontán (2360m) e no segundo dia ao Pico Cerreos (2101m).
2º DIA
Peña Cerreos é um cume acessível de 2101m com vistas magníficas sobre as amplas Vegas de Riotuerto e Candioches, Valles de Tuiza, a este, e de San Emiliano, a Oeste, e de espetaculares panorâmicas sobre o maciço de Peña Ubiña.

Saímos de Torrebarrio, povoado situado na comarca de Babia, povoação leonesa pertencente ao Ayuntamiento de San Emiliano, que se encontra a uma altitude de 1260m. Seguimos pela Igreja de Torrebarrio e por trilho de pé posto pelo Valle de Fontalba até El Corral de los Cuetos, aqui tomamos o caminho comum à rota clássica de ascensão a Peña Ubiña, troço de acentuada subida até ao Collado del Ronzón. Descemos o vale em direção à Face Noroeste da Peña Cerreos, onde já encontramos neve para a ascensão com crampons ao cume. O regresso fez-se pelo mesmo percurso em direção de novo ao Collado del Ronzón e daqui, sempre pelo caminho comum à rota clássica de ascensão a Peña Ubiña, até Torrebarrio.

IMPORTANTE:
Trilha invernal que requer equipamento técnico específico e alguma experiência em alpinismo para uma ascensão bem sucedida. Ter sempre em consideração as condições meteorológicas do dia, pois em alta montanha as mudanças são rápidas: baixas temperaturas, nevoeiros cerrados, nevões e fortes ventos que acumulam neve em pontos perigosos que podem originar avalanches… nas últimas quatro décadas registaram-se mais de vinte mortes no maciço das Ubiñas. Deve-mos ter o máximo de cuidado, sobretudo na época invernal.

2 comentários

  • PicosAlpinos 6/abr/2017

    Obrigado pela partilha, mais uma aventura que deixa um desejo enorme de ir e apreciar. Muito bom trabalho mais uma vez.

  • DiogoHiker 1/mai/2017

    Obrigado pela partilha.

You can or this trail