Baixar

Distância

7,69 km

Desnível positivo

487 m

Dificuldade técnica

Só para experientes

Desnível negativo

487 m

Elevação máx

2.800 m

Trailrank

32

Elevação min

2.381 m

Tipo de trilha

Circular
  • Foto de Travessia Longitudinal Maciço das Agulhas Negras - 04 livros de cume
  • Foto de Travessia Longitudinal Maciço das Agulhas Negras - 04 livros de cume
  • Foto de Travessia Longitudinal Maciço das Agulhas Negras - 04 livros de cume
  • Foto de Travessia Longitudinal Maciço das Agulhas Negras - 04 livros de cume
  • Foto de Travessia Longitudinal Maciço das Agulhas Negras - 04 livros de cume
  • Foto de Travessia Longitudinal Maciço das Agulhas Negras - 04 livros de cume

Tempo em movimento

5 horas

Hora

9 horas 57 minutos

Coordenadas

1380

Enviada em

28 de julho de 2021

Registrada em

julho 2021
Compartilhar
-
-
2.800 m
2.381 m
7,69 km

Visualizado 16 vezes, baixado 3 vezes

perto de União, Rio de Janeiro (Brazil)

Partindo do Abrigo Rebouças, partir direção às Agulhas Negras, saindo da trilha principal das Agulhas à diteita após cruzar o córrego. Caminho bem demarcado e batido até a base da Via Bira (Negativo laranja). A partir desse trecho a caminhada se torna um pouco mais difícil com passagem por diversas canaletas, fendas e chaminés.
Vai contornando sempre pela direita o grande maciço, se mantendo bem próximo à sua base. O caminho não é nada óbvio e, embora muitas pessoas façam essa travessia os sinais de passagem em muitos pontos são escassos.
O segundo ponto de referência relevante é o Parafuso do Brackmann. Não irei me delongar em detalhes pois existem muitos relatos sobre esse trecho. Foram usadas proteções móveis nesse ponto.
Depois desse trecho existe um ponto no qual será necessário dar um salto para transpor uma fenda (esteja com a coluna e os joelhos em dia). Logo após estará próximo ao Pontão Sul (1º Livro). De lá até o Cume do Itatiaiassu (2º livro) é um pulo, literalmente. Haverá mais um lance para por a coluna e os joelhos à prova. Na aproximação ao cume principal a escalada é bem fácil para os participantes com seg dada de cima.
Passando para o Cruzeiro (falso cume), e descendo até a parte do pontão, haverá uma rampa bem conhecida pra quem faz Agulhas pela Via Normal, e ao invés de descer para a direita para passar por um corredor de rochas, vai pegar a esquerda nesse ponto e descer. É possível visualizar um totem mais abaixo. Não fomos por ele. Subimos uma canaleta bem suja de uns 50cm. Fizemos o último rapel, e seguimos direção à Chapada da Lua (3º livro).
O caminho fica muito mais fácil desde então. Só descer pelo ponto mais óbvio direção a um vale. Já será possível visualizar a Asa de Hermes (4º livro). Ao chegarmos num grande lajeado de pedra, bem na base do morro onde se situa a Asa, largamos as mochilas e atacamos a Asa. Vai seguir a trilha pela direita, iniciando a subida no toten. não gravei esse trecho em razão do celular que gravava a trilha estar dentro da mochila. Levamos exatos 30 minutos entre largar as mochilas, subir, assinar o livro da Asa de Hermes e retornar às mochilas.
Desse ponto, até o abrigo rebouças levou menos de 40 minutos. E fim dessa aventura fantástica.
O caminho não é nada óbvio. A trilha é difícil e perigosa (bem exposta em diversos pontos). Altamente recomendável fazer com alguém que conheça a Long. Não me preocupei em marcar pontos de interesse tendo em vista que sendo trilha de micronavegação, a utilização de GPS torna-se imprecisa.

"A sorte favorece aos audazes".

Comentários

    Você pode ou esta trilha