-
-
839 m
582 m
0
15
30
59,7 km

Visualizado 414 vezes, baixado 0 vezes

próximo a Santa Rosa de Viterbo, São Paulo (Brazil)

1 comment

  • Foto de Fernando Mendes

    Fernando Mendes 24/jan/2016

    Diário de Bordo, 19º dia. Santa Rosa de Viterbo (SP) a Ribeirão Preto (SP). 69 km. Acordei às 10h 30. Dancei no café da manhã do hotel. Pulei essa parte. Arrumei as tralhas e fui à Praça Central fotografar a Matriz de Santa Rosa de Viterbo. Pena estar fechada. Antes de deixar a pacata Santa Rosa, parada para almoço e, pontualmente ao meio-dia, segui viagem. A primeira cidade pela qual passei foi São Simão, 18 quilômetros à frente de Santa Rosa. Muito sol e, por extensão, muito calor. Cinco quilômetros após São Simão, a Rodovia SP 253 dá acesso à Via Anhanguera, SP-330. Eram 14h 30. Parei num posto lotado de ônibus pirata. Perguntei a uma das passageiras: "esse ônibus vai aonde"? "Juazeiro do Norte (CE), moço". "Agente cheguemos (sic) lá na terça-feira". Que coragem. Encarar uma viagem de três dias num ônibus sem a menor condição. Talvez para economizar R$ 50,00 em relação aos ônibus não piratas. E minha viagem seguiu. Desse posto a Ribeirão Preto, foram 30 quilômetros. Passei por Cravinhos (SP) e, pouco depois, a partir de uma forte descida, foi possível ver Ribeirão Preto (SP) lá em baixo, dentro de um buraco. Isso explica o porquê de a cidade ser tão quente e abafada. Por esses motivos [calor e abafamento], optei em me hospedar no Hotel Bandeirantes, homônimo da Churrascaria e que fica às margens da Anhanguera [km 303]. Dessa forma, ganharei tempo amanhã na hora de zarpar rumo a Uberaba (MG), 180 quilômetros à frente de Ribeirão Preto (SP). A Via Anhanguera ou Rodovia SP-330 não tem esse número [330] fruto de uma escolha aleatória. Na bússola, o rumo [ou proa] 330 indica a direção quase NORTE. Se olharmos no mapa, a SP-330 sai de SP Capital e segue, sempre na proa norte, até a divisa com Minas Gerais, na Ponte sobre o Rio Grande. Ou seja, depois que ingressei na Via Anhanguera, minha direção geral será sempre o Norte, até alcançar minha casa. Isso significa que verei o pôr do sol, nos próximos cinco dias, [sempre] à minha esquerda e o nascer do sol, à direita. Mas o nascer do sol eu não verei porque é muito cedo e, a essa hora, ainda durmo profundamente. Hoje foram completados 1000 quilômetros desde o início da viagem em 30/12/15, quando deixei Aparecida pela 1ª vez para dar um rolé pelas Terras Altas da Mantiqueira. Hoje faz uma semana que deixei Aparecida pela 2ª vez, tendo por objetivo chegar a Brasília. Faltam 710 quilômetros. Eu chegarei lá e pedalando.

You can or this trail