-
-
254 m
161 m
0
0,4
0,8
1,51 km

Visualizado 532 vezes, baixado 26 vezes

próximo a Monte da Costa, Beja (Portugal)

Descrição do Percurso:

(PT)

Não sendo uma elevação imponente (264 metros) a serra da Sr.ª do Amparo é um elemento singular na paisagem em claro contraste com as zonas de planície ondulante que a rodeiam. A inclinação do terreno recomenda uma marcha lenta e convida ao desfrute da paisagem. No caminho é possível verificar que as estevas cobrem o solo desta elevação, a par de outros arbustos como o sargaço, o rosmaninho e, pontualmente, a pereira-brava. Na subida terá certamente a companhia de pequenas aves que se alimentam dos insectos que abundam junto da vegetação. Aqui é o domínio das toutinegras mesmo para aquelas que apenas por aqui passam na sua rota de migração para Sul. No topo, à espera encontra-se a capela da Sr.ª do Amparo, antiga Ermida de S. Brissos. Este ponto é um miradouro privilegiado para contemplação e interpretação da paisagem. Os povoados concentram-se em aglomerados de pequena dimensão e a área envolvente corresponde, na sua generalidade, a zonas agrícolas, especialmente monoculturas de aveia e trigo. Com o abandono de parte das explorações, muitos destes terrenos estão a ser ocupados por matos e por áreas florestadas, colocando em risco a sobrevivência das espécies que deles dependem. Na vertente Norte é possível ver dois afloramentos rochosos: Guizo Pequeno e Guizo Grande. Na base da serra encontra-se uma pequena albufeira, particularmente interessante para a observação de aves aquáticas. Mas, este pequeno ponto alto é também referência para a observação de várias espécies de borboletas, durante a Primavera e o Verão.

(ENG)

While it is not exactly imposing (264 metres high), the Serra da Senhora Amparo is a unique element in the landscape, in stark contrast to the undulating lowlands that surround it. Given the slope of the land, a leisurely walk is recommended, offering an invitation to enjoy the scenery. Along the way, it may be seen that rockroses cover the ground on this elevation, along with other shrubs such as black wrack, French lavender and, occasionally, the Iberian pear. On the way up, you will certainly be accompanied by small birds that feed on the insects that abound among the vegetation. This is the domain of warblers, even those that just pass through here on their migration route South. Waiting at the top, is the Senhora do Amparo chapel, the former S. Brissos Hermitage. This is a privileged vantage point for contemplating and interpreting the landscape. The villages are concentrated in small clusters and the surrounding area, in general, comprises agricultural areas, especially oat and wheat monocultures. With the abandonment of part of the holdings, many of these lands are being occupied by scrub and forest areas, jeopardising the survival of the species that depend on them. To the north, two rocky outcrops can be seen: Guizo Pequeno and Guizo Grande. At the base of the mountain is a small reservoir, particularly interesting for watching waterfowl. But this small high point is also renowned for watching several species of butterflies during the spring and summer.

(ESP)

No siendo una elevación imponente (264 metros) la sierra de la Sr.ª do Amparo es un elemento singular en el paisaje en claro contraste con las zonas de planicie ondulante que la rodean. La inclinación del terreno recomienda una marcha lenta e invita a disfrutar del paisaje. En el camino es posible verificar que las jaras cubren el suelo de esta elevación, a la par de otros arbustos como el jaguarzo negro, el romero y, puntualmente, el peral silvestre. En la subida tendrá seguramente la compañía de pequeñas aves que se alimentan de insectos que abundan al lado de la vegetación. Estos son los dominios de las currucas incluso de aquellas que únicamente pasan por aquí en su ruta migratoria hacia el Sur. En la cima, a la espera se encuentra la capilla de la S.ª do Amparo, antigua Ermita de S. Brissos. Este punto es un mirador privilegiado para la contemplación y la interpretación del paisaje. Los poblados se concentran en aglomerados de pequeña dimensión y el área circundante corresponde, por lo general, a zonas agrícolas, especialmente de monocultivo de avena y trigo. Con el abandono de parte de las explotaciones, muchos de estos terrenos están siendo ocupados por matorrales y por áreas forestales, poniendo en peligro la supervivencia de las especies que dependen de ellos. En la vertiente Norte es posible ver dos afloramientos rocosos: Guizo Pequeno y Guizo Grande. En la base de la sierra se encuentra una pequeña albufera, particularmente interesante para la observación de aves acuáticas. Pero este pequeño punto alto es también una referencia para la observación de diversas especies de mariposas durante la primavera y el verano.

1 comment

  • Foto de Ulize Lorbando

    Ulize Lorbando 25/mai/2017

    I have followed this trail  View more

    Uma pequena serra, uma grande vista, a ver como é esta zona do Alentejo: colinas e sobreiros a perder de vista, com a ocasional povoação ou represa.
    A small mount, with a wide view, to see how Alentejo is like over here: hills and cork oaks till the horizon, speckled with a small village here or dam there
    ano/year: 2017

You can or this trail