Baixar

 Ver detalhes

loading...

Siga essa trilha a partir do seu smartphone!

Identificador da trilha (Wikiloc ID): 4795199

-
-
1.358 m
732 m
0
10
21
31
41,17 km
Visualizado: 2709 vezes, baixado: 92 vezes
próximo a  Honório Bicalho, Minas Gerais (Brazil)

Trajeto circular, no sentido horário, de 41km, partindo da Praça Agostinho Rodrigues de Melo, no Distrito de Honório Bicalho, em Nova Lima – MG, passando por quatro cachoeiras, nas proximidades da Serra da Gandarela, pela periferia de Rio Acima e por um trecho da Estrada Real, nas bordas do Rio das Velhas. O percurso é formado por 50% de estradas de terra e 50% de single tracks. Apesar de a trilha ter sido feita no sentido horário, tradicionalmente ela é percorrida no sentido anti-horário. O sentido anti-horário deixa os morros mais íngremes e difíceis para encarar nas descidas, demandado muita técnica. Já no sentido horário, esses trechos exigem que a bike seja empurrada. No entanto, nesse sentido, as descidas ficam menos íngremes que as do sentido anti-horário. Elas continuam sendo desafiadoras, mas ficam bem mais velozes e divertidas, sob o meu ponto de vista. Por isso, considero melhor o sentido horário. Para encontrar o ponto de partida por meio do Google Maps, utilize a ferramenta "como chegar pela estrada a este local", na coluna à direita. No endereço indicado é possível estacionar o carro com segurança, próximo às residências e a alguns bares e lanchonetes. Sobre o percurso, a usuária Caroline Camilo Ede divulgou um vídeo no YouTube, revelando alguns detalhes do trajeto (gravado com o pessoal fazendo o sentido anti-horário). Confira: Esta trilha não pode ser menosprezada e requer muita atenção, pois há vários obstáculos difíceis de visualizar com a antecedência necessária. Eu já sofri uma queda bastante perigosa neste trajeto, em que meu capacete rachou. Além disso, em 20/04/2013 o site G1 divulgou neste link a notícia de que um ciclista tinha caído no local em uma ribanceira de 12m de altura, sendo resgatado por um helicóptero do Corpo de Bombeiros. Existe um single track antes da Cachoeira 27 Voltas, entre o terceiro e o oitavo quilômetro, ao lado de um canal de águas cristalinas, que apresenta um terreno em aparentes ótimas condições, estreito, com curvas sinuosas, que te instigam a aumentar a velocidade a todo tempo. É tentador. Acredito que foi nesse trecho que houve o acidente divulgado pelo G1, pois nele as ribanceiras às vezes ultrapassam 20m de altura, com rochas ao fundo. A erosão criou algumas crateras nas bordas desse trajeto e também existem algumas camadas no piso cobertas com chapas de aço que, com o tempo, foram arrancadas, criando buracos capazes de “engolir” uma roda de 26”. Pra piorar, há alguns resquícios de arame farpado rente à trilha e o mato tapa a visão da declividade do local, o que acaba encorajando os ciclistas a andar mais rápido. Tem até uma placa lá advertindo: “Atenção: ande, não corra”. No geral, o caminho é difícil, com valas criadas por erosões, pedras de todos os tamanhos, rochas nuas, areia, arbustos invadindo o caminho, árvores caídas sobre a trilha, raízes expostas (principalmente próximo à plantação de pinheiros e eucaliptos), troncos na altura da cabeça, pinguelas esburacadas e em estado de conservação ruim. Tudo o que, ironicamente, torna uma trilha excelente! A grande parte desses obstáculos, entretanto, concentra-se no trecho de single tracks, ou seja, em 50% do percurso, aproximadamente entre o terceiro e o vigésimo quinto quilômetro. O restante, percorrido em estradas de terra, não apresenta muitas dificuldades, exceto pelo piso escorregadio em razão da areia, do cascalho e da umidade mantida no terreno sob a copa das árvores. Felizmente, as estradas de terra quase não têm movimento. Perto da Cachoeira das 27 Voltas, não atravesse o riacho pela ponte d'água, porque, como ela tem apenas 25cm de profundidade por 30cm de largura e cerca de 5m de altura, é muito fácil se desequilibrar e cair nas rochas. Parece que alguns se arriscam nessa travessia, pois lá tem um cabo de aço frouxo, que serviria para se apoiar. De qualquer forma, é muito perigoso. Por isso, ao encontrar uma mesa de madeira, perto dessa ponte, desça pelas rochas, à direita (percurso no sentido horário). Assim, será possível atravessar o riacho com segurança, às vezes, dependendo do volume d'água, sem molhar os pés. No que se refere à declividade, como revela a altimetria, os primeiros 20km são marcados pelas subidas e o restante pelas descidas. Como já foi dito, no sentido horário, as subidas são mais íngremes que as descidas. Enquanto aquelas são mais fortes, estas são, na maioria, moderadas. De qualquer modo, a trilha demanda um grande esforço físico, tendo em vista a distância de 41km e o ganho de elevação de 1.160m. Quanto ao panorama, a natureza em todo o trajeto está relativamente bem preservada, com predomínio da Mata Atlântica e do Cerrado, que proporcionam muita beleza. Além disso, o caminho apresenta quatro cachoeiras, como indicam os waypoints, dentre as quais se destaca a das 27 Voltas, cuja parte inferior é muito bonita, assim como as cachoeiras n.º 3 e 4. Já a Cachoeira n.º 2 é pequena e merece pouco destaque. Ao final, entre Rio Acima e o Distrito de Honório Bicalho, existe um trecho da Estrada Real, no qual parte está sob a copa das árvores, onde há belas ruínas de um antiga ponte de pedra para trens de ferro. No que se refere ao sinal de celular, o da Oi só está disponível nas proximidades de Honório Bicalho e Rio Acima, sendo que na maior parte do trajeto não há sinal. Quanto às demais operadoras, não sei informar. Enfim, a trilha é difícil, tanto sob a ótica da técnica quanto sob a perspectiva do esforço físico, com subidas e descidas com inclinações fortes e moderadas e vários obstáculos. Ela apresenta a beleza das cachoeiras que se encontram no caminho, da vegetação nas proximidades da Serra da Gandarela e de parte da Estrada Real. Trata-se de um percurso muito bom, mas é preciso tomar cuidado! Confira os waypoints no mapa e as fotos com mais descrições! -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- RESUMO DAS INFORMAÇÕES SOBRE O PERCURSO Distância total: 41km Dificuldade técnica: 7/10 Dificuldade física: 7/10 Inclinação das subidas: forte Inclinação das descidas: moderada Presença de sombra em aproximadamente 30% do trajeto Presença de cachoeira(s): sim Beleza natural: 7/10 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- ATENÇÃO: esta trilha foi feita em julho de 2013. Como as condições do percurso são continuamente alteradas, inclusive pelos períodos das chuvas e das secas, considere as descrições acima como indicativas das dificuldades existentes. Utilize equipamentos de segurança e preserve a natureza.

5 comentários

  • Foto de Marcílio

    Marcílio 14/Dez/2013

    depois de ler a descrição da trilha (muito bem detalhada) fica fácil seguir. Obrigado por compartilhar tantas, e boas, informações!!!

  • Foto de Eugênio Ribeiro

    Eugênio Ribeiro 14/Dez/2013

    Obrigado pelo apoio, Marcílio! Abraço!

  • mrsonaquino 3/Jan/2014

    Muito bem esclarecido ! Parabéns !

  • Foto de Eugênio Ribeiro

    Eugênio Ribeiro 4/Jan/2014

    Valeu pelo apoio, mrsonaquino! Abraço!

  • fredamaral 4/Ago/2014

    A trilha possui vários trechos que não é possível subir pedalando, sendo necessário carregar a bike. Porém é sensacional.

    Has followed this trail View more

You can or this trail

Dificuldade técnica:  skill Difícil

Horas:  7 horas 31 minutos

Coordenadas: 1817

Uploaded: 6 de Julho de 2013

Recorded: Julho 2013

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     

© Eugênio Ribeiro Todos os direitos reservados

[marcar como inapropriado/ofensivo]

Como chegar pela estrada a este local

De:  

Obter instruções